domingo, 16 de dezembro de 2012


Não foi um ponto final, foi apenas um ponto de partida para alguma coisa melhor. Eu não te quero perder, e é por isso mesmo que tomei a decisão que tomei, com as lágrimas nos olhos e o coração despedaçados. 

Gosto muito de ti meu amor
beijinhos enorme, dorme bem.
Estou envergonhada. Nem te consigo responder as mensagens. "Não preciso de ser teu", e eu não consigo não ser tua. 
Ver-te com alguém seria um pesadelo e a máscara caiu-me ontem, não consigo simplesmente ter-te na minha vida sem saber que és meu, só meu.

"Também é necessário despegar mo nos nos das coisas que mais gostamos. Eu sei que não é justo. Eu sei que dói. Eu sei que aperta, que é desconfortável. Mas é assim. Se calhar depois temos a recompensa. Até lá olhamos as ondas e não as podemos agarrar, deixamos os presentes nas suas caixas muito bem enfeitados e com o laço mais bonito. Não percebo porque temos que abdicar de tantas coisas para ter outras, ainda se me conseguisses explicar..."

Era uma vez


" Há muito tempo, um jovem soldado apaixonou-se pela filha de um rei. Como pode um simples soldado apaixonar-se pela filha do rei? Ainda assim, a jovem disse ao soldado que se ele passasse cem dias e cem noites de baixo da sua janela eles ficariam juntos. O rapaz não hesitou e os dias foram correndo... Sob o sol fortíssimo, sob temporais terríveis e perante picadas de abelhas... De vez em quando a princesa debruçava-se para verificar se a persistência do soldado não tinha desvanecido, mas ele estava sempre lá, sempre, sempre... Cincuenta dias, noventa dias, o cansaço não perdoava. A força do amor fazia aquecer o coração do pobre soldado e em breve teria a mulher da sua vida nos seus braços. No dia noventa e nove o jovem cedeu, cruzou caminho. O que o fez desistir? - Não basta o esforço de uma só parte. "

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Elie Saab A/W 12-13


" Não foi bom. Foi intenso. Talvez. Poderia escrever mil linhas, falar da cor, do cheiro - sobretudo o cheiro - da chuva que estremecia lá fora. Poderia falar de tudo. Mas o tudo não se exprime em palavras. "

Quase me doía dormir.
Quis que ele me agarrasse para eu me sentir segura. Os braços dele, os únicos onde nada de mal pode acontecer. Senti que podia viver neles para sempre.
As palavras não me saiam para dizer a verdade, simplesmente eu não queria verdades nem palavras. 

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012


"Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for"
Fernando Pessoa

Os artistas


http://www.youtube.com/watch?v=ssNKU4JdLqA&feature=share

O talento é sedutor

"É fundamental bater com a porta, e com quanto mais força melhor, principalmente se já levamos com ela na cara"
Margarida Rebelo Pinto

Tomar




"Somos a memória que temos, e a responsabilidade que assumimos"
José Saramago

Bruninhos


O poço


O que é que farias agora se soubesses que não ias falhar?

A mesma procura

http://www.youtube.com/watch?v=PriyO7Fzbqk

Tudo passa, tudo muda. Muita calma nessa hora