terça-feira, 26 de março de 2013

Eu e tu na melhor suite do hotel,champanhe e moscatel o teu cheiro na minha pele

Eu não te suporto. Metes-me nojo. Tão sincero, tão transparente, tão magoado. Tantas dúvidas e tanta distância. Falaste-me de tempo, de dor, de sexo e de espaço, foram essas as tuas condições, e eu idiota aceitei. Fecho os olhos e já estás com outra.

sábado, 23 de março de 2013

CCB.



Acredito que este sitio têm a capacidade de mudar a vida de uma pessoa.

Sextas-feiras á chuva.

 Duarte.

 Bruno.

 Ana.

 Rita.

Chico.
Sabes o que é que em ti me traz saudades? A certeza de que me ias mandar uma mensagem a meio da aula de desenho, ou há hora de almoço.
Esses teus medos. Não estou desiludida, apesar de tudo, porque também nunca me iludiste. Estou triste por não ter arranjado nenhuma forma inteligente de lidar contigo.

Nas tintas para aqueles que não percebem nada

Se nos picam, não sangramos nós? Se nos fazem cócegas, não rimos? Se nos envenenam, não morremos? E se nos enganam, não nos vingaremos?

William Shakespeare, O Mercador de Veneza

terça-feira, 19 de março de 2013

Auto de fé.


Essa moral que não praticas mas edificas,
há-de fazer contas contigo pelas vidas que complicas
Pára para pensar no verdadeiro crime,
quando matas à nascença um sentimento tão sublime
Como a semente de paixão que tanto negas,
se não praticas o que pregas, de que valem essas regras?
Piadas de mau gosto para os teus colegas,
segue o coração, não a razão que não sossegas

sábado, 16 de março de 2013

Eu fico tão mas tão irritada quando deixas de me responder. Bebi demais mas deixaste-me com a neura. Vim para casa a ver se dormia porque amanhã é outro dia e já me passou esta ansiedade provocada pelo álcool e por coisas que eu não resolvo por nada em mim própria, mas não tenho sono. Tenho tanto medo que o problema seja meu, sempre meu.

Moda Lisboa.




Miguel Vieira.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Ás vezes quando estou a voltar para casa e me sinto muito sozinha porque o sol já se pôs e as coisas podiam ter corrido melhor, volto aquelas escadas onde nos sentávamos a fumar o último cigarro da noite. E era sempre só mais um enquanto os meus dedos passeavam pelo teu cabelo e as minhas pernas tremiam de ânsia.  Nessas noites eras tu quem precisava de mim e mesmo assim deixei que me tirasses tanto.

O plano entre nós
Era só uma curtição
E era proibído amar
Ou falar de paixão

quinta-feira, 14 de março de 2013

segunda-feira, 11 de março de 2013

Eu não tenho medo de ti, que me magoes. Tenho muito medo é de mim, do lugar onde eu me ponho em situações como estas. 
Eu ontem não estava triste, estava aterrorizada por ter sido tão bom, só isso. Tinha ficado contigo o resto da noite percebes? Isso é assustador.

domingo, 10 de março de 2013

Rebound chick


Im looking for my rebound chick
Girl could you be it
Im not looking for
Love love love love love

We can have sex in the bathroom
Sex on the floor
Sex in the living room
Sex on the stove
Sex in the elevator
Ring the alarm, ring the alarm
We can have sex in the Kitchen
Or on the stairways
Back of my car
Or in the driveway
Sex girl wherever you want
Ring the alarm, ring the alarm

quarta-feira, 6 de março de 2013

Agora fico bem


Está um dia triste, o sol só deu ar da sua graça as cinco da tarde, a greve dos comboios não ajuda e tenho um vazio enorme que não consigo preencher. Tenho vontade de chorar mas parece que se começar vou sufocar. 

terça-feira, 5 de março de 2013


Not really sure how to feel about it
Something in the way you move
Makes me feel like I can't live without you
And it takes me all the way
And I want you to stay

sábado, 2 de março de 2013

Gosto de mãos, de dias de sol e céu limpo, de começar o dia com um café e um cigarro e achar que isso é motivo para poder chegar atrasada, de fazer a marginal de carro á noite e em silêncio, de ouvir música e pintar e sobretudo quando isso é suficiente para o mundo á minha volta desaparecer, de ir ao cinema e ir ao sushi, de sair depois do jantar para ir beber um moscatel, de encontros inesperados no Cais do Sodrè, de mensagens bonitas quando acordo, de beber chá preto enquanto estou a fazer o almoço, de ir correr de manhã quando tenho coragem, de tomar banho antes de ir dormir, de festinhas na cabeça, do Algarve, dos meus amigos. Gosto, gosto, gosto muito.